Dica pra quem tem coxas grossas

Se você já me viu uma vez na sua vida já percebeu que, além de baixinha, sim, eu tenho coxas grossas. E, se você também tem coxas grossas sabe muito bem de todos os “contras” disso.

Primeiro, as calças precisam ser de excelente qualidade e, mesmo assim, estamos cientes de que elas irão durar uns 3 anos no máximo. Aliás, faz um tempo que mudei de estratégia, ao invés de comprar uma calça de qualidade, compro umas três de qualidade média e fico variando mais entre elas. Isso porque eu já sei o que nos aguarda no final:

calca-rasgada-coxa-grossa

calça rasgada onde há atrito entre as coxas

E aqui deixo minha comemoração pessoal por só ter encontrado essa calça rasgada no meu armário. Houveram épocas em que era possível encontrar umas cinco delas. Pois bem, sim, calças de pessoas com coxas grandes rasgam. Isso porque quando andamos, uma coxa raspa na outra e o atrito desgasta o pano até ele rasgar.

Desculpem, minha dica de hoje não é de como fazer suas calças durarem mais. Eu ainda não descobri essa fórmula mágica e, se você souber, por favor me indique antes que eu perca mais calças.

A dica de hoje é sobre uma coisa mais chata: quando machucamos a coxa por causa do atrito.
Sim, pior do que rasgar todas as calças é quando usamos algum shorts ou vestidos e, então, ao invés do atrito das coxas ser no pano, ela é diretamente pele com pele e machuca. Aliás, pior ainda é quando machuca, mas estamos no “meio do evento” e não há nada que a gente possa fazer a não ser continuar andando e se fod*@% um pouco mais.

Explico com um exemplo: uma vez estávamos em Caraguatatuba eu e uns amigos e resolvemos ir até o centro da cidade a pé. Ok. Fui de shorts porque estava calor e, no meio do caminho da ida, senti as coxas começando a machucar. Não tinha nada que eu poderia fazer. Chegamos no centro, andamos por lá e ainda tinha a caminhada da volta. O que você faz nesse meio tempo? Faz de tudo para puxar seu shorts um pouco mais para baixo para tentar evitar que machuque mais. Mas é em vão, porque se tem outra coisa que quem tem coxa grossa sabe é de que o shorts sempre vai subir, não importa o que você faça.

Enfim, a dica. Como vocês sabem, eu tenho mania de correr (é, a prática como exercício mesmo). Eis que, reclamando muito sobre os machucados da coxa com um amigo, ele me trouxe a solução que levei pra minha vida inteira a partir daquele dia: vaselina sólida! (ou geleia de vaselina, como quiser chamar) AHAM! Aquela mesma que o pessoal dos países frios usam para a pele não ficar seca. E, sim, aquela que de uns tempos pra cá ficou facinho encontrar nas farmácias e até mercados.

Eu uso essa daqui:

vaselina-solida-para-coxas-grossas

Agora, além de passar na coxa antes de correr, eu uso até quando vou sair de casa usando shorts e, principalmente, vestido. Algumas pessoas podem achar a sensação meio melequenta, afinal, é um produto de consistência pastosa. Mas o benefício que ela traz, não cabe em palavras. Ela protege durante muito tempo, mas se você for ficar muito tempo fora de casa e/ou andando por aí, eu recomendo que leve um pouco de vaselina na bolsa/mochila para retocar.

Eu, quando fui para Las Vegas, encontrei no Walmart (♥) uma versão 3x maior da que encontramos aqui e foi a descoberta da minha vida. Não lembro quanto paguei, mas, como quase tudo que compramos lá fora, me lembro que valeu à pena. Então se você vai viajar ou conhece alguém que vai, anota aí para trazer!

solucao-coxa-grossa-vaselina

Gostou da dica? Então vem nos comentários e agradece comigo o Gustavo Simões por ela, eu estou só repassando e dizendo como mudou a minha vida toda! hahaha