Meu chiclete “refil”

Sou dessas pessoas que precisa mastigar. E, como uma  boa pessoa com esse perfil, eu acabo comendo coisas apenas pelo fato do meu cérebro pensar “poxa, você está há muito tempo sem mastigar, vamos resolver isso“, e, portanto, chiclete muitas vezes é o meu melhor amigo para evitar comer algumas besteiras que não são necessárias.

Essa introdução foi apenas para dizer: tenho chiclete comigo o tempo todo.

Sempre temos aquele amigo que pergunta pro ar “alguém tem um chiclete, uma bala, alguma coisa?!“. Se você não tem, eu tenho um monte. Isso pode ser também por aquele motivo lá de cima (eu sempre tenho chiclete). Mas a quantidade de vezes que a pessoa me diz “nossa, que chiclete é esse?” é incrível, e olha que o meu chiclete “favorito” é encontrável em qualquer lojinha.

Então, sim, esse post é sobre meu chiclete favorito e como eu carrego ele na bolsa, porque as pessoas sempre acham uma ideia incrível, inovadora e, aparentemente, nunca viram esse chiclete por aí. Vamos lá.

Certo dia eu comprei aquele chiclete da Mentos que é uma bolinha branca e vem em uma caixinha verde de plástico, aposto que esse vocês conhecem, certo?

mentos-pure-refresh

O que causa um pouco de confusão em quem me pede chiclete ocorre no momento em que eu abro a minha caixinha. Isso porque não é mais o chiclete original que está lá dentro, mas sim o que eu chamo de “refil”.

mentos-meu-refil

E quando me perguntam “que chiclete é esse?” eu tenho que explicar da seguinte forma: “é igual o Trident, só que da Mentos e o sabor dura muito mais“. E sabe o que é estranho? Muitas pessoas falam “sério? nunca vi!“. Pois bem, veja ele na embalagem original:

mentos-pure-fresh-3

Já viu um desse aqui nas lojinhas, nos caixas do mercado, restaurantes, farmácias, etc? Se não, tente prestar atenção e, principalmente, se nunca comprou, experimente pelo menos uma vez.

O que eu faço é comprar vários desses e colocar na caixinha de plástico, o meu “refil”. Mas por que eu faço isso? Isso é o mais simples de responder: Porque desse jeito eu sempre posso andar com muuuuuitos chicletes e eles não amassam. Quer coisa pior do que comprar um envelopezinho desse de chicletes, colocar no bolso e sentar em cima? Pois bem, essa foi a saída que encontrei e que uso há um bom tempo – mais de ano – e que tem valido à pena.

Agora vocês já sabem tudo sobre meu potinho de chicletes e qual é o meu chiclete favorito. Queria que fosse um post patrocinado, ou ter audiência o suficiente para agora chegar lá na Mentos e pedir muitos chicletes, mas não tenho o post é de coração mesmo. O mais legal de tudo é que quando alguém me perguntar do chiclete de novo, agora eu tenho um post para mostrar!