Quando o clichê faz sentido

Falando em clichê…

Outro dia passei por uma situação que me fez lembrar a música From This Moment da Shania Twain. Se você pensou “puts, que vergonha alheia”, não se preocupe, é assim que todos nós pensamos na maioria das vezes. Acontece que a partir desse momento (e perceba que aqui usei a mesma palavra da música sem querer) eu consegui enxergar o clichê e, apesar de muitos o rejeitarem, ele fez total sentido e foi muito bem vindo.

Quando o clichê faz sentido, meu amigo, não perca esse momento/situação/acontecimento. Aproveite ao máximo e tente gravar cada segundo na sua memória. Não, você não tem que parar para tirar fotos ou fazer vídeos, apenas esteja inteiro dentro dele e viva o momento com a maior intensidade que você conseguir. Claro, no fim do dia você pode tirar uma foto e fazer um vídeo, o que eu quero que você entenda é: evite gastar esse tempo com qualquer outra besteira que não seja vivê-lo.

Depois que um clichê fez sentido pelo menos uma vez na sua vida, você nunca mais vai ver ele com outros olhos, vai deixar de ser brega, cafona ou qualquer outro atributo que você adicionava aos clichês antes de viver um. E, a partir de agora, você terá um “poder especial” que é o de transformar os momentos em clichês ou de ver clichês a cada momento, e isso pode acontecer com um pouco mais de frequência na sua vida.